terça-feira, março 25, 2008

Tempos idos...

Em tempos idos, que já lá vão... era assim:
* filha única até aos 7 anos... filha única, neta única, sobrinha única!... a primeira da geração que começava ali naquela casa, naquela família, nos Santos Figueiredo...
* menina criada pela mamã até aos 3 anos, altura em que me largaram na creche, para tentar a convivência (que nem sempre se revelou fácil) com outras criaturinhas da mesma idade...
* protegida qb, verdade seja dita, que nunca foi muito da minha natureza pôr o pé em ramo verde. Nunca fui daquelas crianças que arriscam... apesar de não ser medrosa, respeitava muito o perigo do desconhecido ;)
* a rambóia apareceu cedo na minha vida... menina de colo, já ía às corridas, acompanhava os papás em algumas farras (os bailaricos lá da terra eram um acontecimento!...) e os restaurantes não tinham segredos para mim. Aliás, uma das coisas que a maezinha mais se gaba é que podia levar a sua menina para qualquer lado, que a Patrícia portava-se sempre como uma lady!...
Pois bem, chegou o tempo em que isto tudo teve que levar uma volta... e olha, é o que se pode ver hoje!... :P

2 comentários:

Mãe Pata disse...

Lá vem ela com mais uma autobiografia. Só não percebo uma coisa: "para tentar a convivência (que nem sempre se revelou fácil) com outras criaturinhas da mesma idade..."???? TU???? Mas tu és o exemplo da pessoa que se dá bem com toda a gente, que está sempre bem disposta!!! Num percebo! Quanto à ramboia, conhecendo o que conheço hoje, acredito que isso já deve vir desde há muito...

bernardo soares disse...

fogo que decepção... pensava que o blog estava escrito em italiano :)